Lagoa Santa

A cidade de Lagoa Santa foi fundada em 1733 por Felipe Rodrigues, bandeirante viajante que se estabeleceu no local. Chamou-se primeiramente Lagoa Grande e Lagoa das Congonhas do Sabarabuçu. Seu nome atual teve origem no valor curativo da água da lagoa. Muitos foram os visitantes que procuravam Lagoa Santa para aumentar a própria saúde se banhando na lagoa. Ao lavar os eczemas de sua perna, Felipe Rodrigues sentiu-se aliviado de suas dores e obteve cicatrização de suas feridas. A notícia da cura milagrosa logo se espalhou e o pequeno arraial de Lagoa Grande passou a receber peregrinos em busca da cura para seus males.

A região calcária se caracteriza pela presença de rochas sedimentares e por recursos d’água subterrâneos. A excelência da região calcária considerando a ambiente e o clima, permitem a ocupação da região por uma fauna quaternária por volta de 25000 BP. Os grandes herbívoros que habitaram a região foram a preguiça gigante, mastodontes, tigres dentes de sabre, magathérios e outros. O aparecimento desses fósseis atraiu o paleontólogo dinamarquês Peter Lund para desenvolver pesquisas nas grutas calcárias do vale do Rio das Velhas.